Existem fatores que influenciam no estado da corrente das motos. Se forem tomados alguns cuidados necessários, é possível aumentar a vida útil da peça.

Como limpar e lubrificar a corrente da sua moto

Quem gosta de pilotar uma moto sabe que um dos maiores desafios para todo dono é deixar o xodó sempre em bom estado. Ter um veículo bem conservado é sinônimo segurança e economia. E se você não quer ter dor de cabeça, deve prestar atenção no funcionamento de todos os componentes.

Um dos pontos a serem acompanhados é o estado da corrente da sua moto. Essa peça faz parte do conjunto de transmissão secundário e pode ter uma vida útil bastante longa se forem tomados os devidos cuidados, como limpeza aliada à lubrificação. Mas, mesmo que você fique de olho em como está seu xodó, existem fatores que influenciam no desgaste da corrente. A notícia boa é que essa é uma tarefa relativamente fácil e você pode fazer por conta própria.

corrente-de-moto-2

Conservação

Dos pontos que podem influenciar na boa conservação está a forma de condução do veículo. Isso quer dizer que, se você não faz uma direção segura, é bem provável que a deterioração das peças seja mais rápida. Entretanto, existem outros fatores que modificam o estado da corrente, como o clima, a temperatura e o próprio tempo de uso.

Limpeza

A limpeza é o primeiro passo para manter a conservação da corrente. Depois vem a lubrificação do componente. Mas para fazer a limpeza é preciso ter cuidado. Se ela for feita de qualquer jeito, pode acabar causando algum problema.

Muitas pessoas acabam optando por usar querosene para esse trabalho, mas o produto é muito forte e pode acelerar o processo de corrosão da peça. Então o ideal é optar por um desengordurante próprio para corrente, que você deve aplicar aos poucos com a ajuda de uma escova.

Lubrificação

Para saber quando lubrificar a corrente, você pode se basear no manual do usuário, mas não use só ele. Você ainda deve prestar atenção nas condições da peça porque, como já dissemos antes, alguns fatores podem influenciar na conservação. Então fique sempre de olho para ver se é necessário fazer uma lubrificação.

Se quiser saber se a corrente está em bom estado, você deve observar se ela está com um aspecto úmido. Se não for o caso e ela parecer seca, está na hora de fazer uma lubrificação.
Você pode escolher entre graxa, lubrificante de corrente ou óleo de câmbio para fazer a lubrificação. A segunda opção é a ideal para quem não quer fazer muita sujeira na hora de aplicar.

Outros cuidados

Outro ponto para ter atenção quanto às correntes é que de vez em quando é preciso apertar um pouco a peça ou até mesmo afrouxá-la. A tensão do componente precisa ser a ideal para cada moto e ela varia de acordo com o modelo. O ideal é checar esse fator a cada 300 quilômetros rodados.

Cuidado nunca é pouco quando o assunto são os xodós, por isso é preciso prestar atenção no estado do veículo. E se você quiser investir ainda mais no bem-estar da moto, pode contar com a ajuda da Autotrac.

A empresa é a líder em tecnologias de monitoramento e rastreamento no Brasil e tem os melhores rastreadores do mercado. Com eles você tem acesso ao seu bem mais precioso direto no celular, por meio do aplicativo Supervisor One.

Além disso, os aparelhos apresentam funcionalidades que ajudam a lembrar a data de vencimento da CNH e que dão um histórico das rotas que você já fez.

Gostou? Então conheça mais sobre a Autotrac e não deixe de adquirir o seu rastreador!

Leia mais:

O que você deve fazer em uma frenagem de emergência

Conheça o charme do estilo Cafe Racer

Três formas eficazes de proteger a sua moto e evitar furtos e roubos

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *