Confira cinco medidas simples que podem ser adotadas para que você consiga retirar o máximo de rendimento do seu carro e também poupe dinheiro.

Cinco dicas para o seu motor durar mais

O motor é como se fosse o coração do carro. Ele tem a capacidade de levar você para onde deseja. Para isso, ele precisa de combustível e oxigênio. Os dois juntos entram em combustão e a energia liberada nessa reação química é suficiente para fazer seu carro se movimentar e permitir que você dê umas voltas pelas ruas e pelas estradas.

Sabemos que qualquer máquina precisa de alguns cuidados, com o motor não poderia ser diferente. A vida útil dele depende de você. Separamos cinco medidas simples e alguns comportamentos que podem ser adotados para que você consiga retirar o máximo de rendimento do seu carro e também poupe dinheiro. Confira:

1 – Atenção no óleo

Primeiro de tudo, não ande por aí sem óleo. Um dos pontos-chave para o motor durar mais é mantê-lo lubrificado. Isso porque ele é composto por uma série de ligas metálicas e, sem a presença do óleo, há um desgaste bruto entre as peças, o que provoca superaquecimento das partes e causa fundição.

Para que isso não aconteça, siga a recomendação do manual em relação ao tipo a ser utilizado. Escolha bem, porque um óleo de origem duvidosa pode gerar problemas para você depois. E também não misture óleo sintético com mineral. O prazo para a troca estabelecido pelo fabricante do veículo precisa ser respeitado. Tenha sempre em mente que na cidade o motor do carro sofre mais porque o processo não é contínuo: você anda e para muitas vezes, e isso exige mais atenção, podendo ser o caso antecipar a troca de óleo.

2 – Evite aquecer o motor

Muitas pessoas têm a mania de ligar o carro pela manhã, sobretudo em dias frios, e deixá-lo aquecendo parado durante um tempo. Isso não só é desnecessário como também é prejudicial para a saúde do seu veículo. Enquanto você entra no carro, coloca o cinto de segurança, verifica o ajuste do assento e do espelho já passaram 30 segundos, nesse tempo seu carro está pronto para rodar – ele continuará frio, então comece a rodar suavemente até ele atingir a temperatura ideal para o funcionamento.

3 – Não acelere bruscamente

Além de gastar combustível, esse é um dos hábitos mais danosos para a saúde do seu carro porque acaba afetando muito o motor. No trânsito, o motor tende a trabalhar em temperatura mais elevada, e o fato de acelerar bruscamente faz com que a temperatura aumente mais ainda, sobrecarregando assim o sistema de arrefecimento, juntas e correias. Por isso, maneire nas arrancadas daqui para frente para não antecipar sua chegada à oficina.

4 – Use a marcha certa

A forma como você utiliza o câmbio influencia no motor. Acelerador a fundo em baixa rotação traz danos, aumenta o consumo e o ruído. Se você está a 70 km/h na quarta marcha e cai para uma velocidade baixa, como 30 km/h, sem mudar a marcha, acaba forçando severamente o motor e fazendo mal às válvulas.

Fazer as trocas no limite de giro, ou seja, naquela faixa vermelha, representa perigo porque diminui a vida útil dos componentes e pode causar algo mais sério, como a quebra de uma biela. Por isso, use sempre a marcha correta para a velocidade com que estiver trafegando e também não se esqueça de considerar a inclinação da pista.

5 – Faça a manutenção preventiva

O manual, aquele livro que geralmente é esquecido no porta-luvas, é seu aliado. Ele descreve os períodos de intervalos de manutenção e os itens que devem ser checados de acordo com a quilometragem do carro. Faça sempre uma vistoria e troque as peças desgastadas. Com a manutenção em dia, seu carro pode percorrer tranquilamente e terá uma vida útil maior. Dessa forma, você aproveita o melhor que seu carro pode oferecer.

Agora seu carro vai ter um desempenho melhor e vai se aposentar mais tarde, porque seu motor vai durar bem mais. Gostou das dicas? Acesse o site da Autotrac e descubra o que mais podemos fazer pra ajudar você com seu carro.

Leia mais:

Há quanto tempo você não confere a água do radiador?

Saiba quatro motivos para evitar usar o celular enquanto dirige

Não fique na rua! Saiba quando a bateria do seu carro vai descarregar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *