Saiba qual é a forma mais segura de levar crianças na garupa da moto para um trajeto tranquilo evitando acidentes, multas e outras consequências.

Como levar crianças na garupa com segurança

A moto facilita a vida de muitas pessoas. Auxilia na locomoção ágil de um local para outro, é econômica e promove uma sensação gostosa de liberdade e independência. A motocicleta tem outras vantagens, como comodidade, facilidade em manobrar e, além disso, não tem complicação para guardar já que é fácil de estacionar.

Pode ser o seu caso ter que levar crianças na garupa da moto e, para isso, é preciso atenção. O transporte de forma incorreta pode gerar infrações de trânsito para o motorista e colocar a vida da criança em risco. Para garantir que ocorra tudo bem durante o trajeto, alguns cuidados devem ser levados em conta para promover a segurança e o bem-estar do pequeno. Assim, as crianças estarão protegidas e poderão ter uma experiência divertida na moto. Confira a forma correta levá-las na garupa:

Tamanho e idade da criança

De acordo com o Código Brasileiro de Trânsito, é proibido conduzir motocicleta, motoneta e ciclomotor transportando criança menor de sete anos. Mas claro que nem sempre uma criança dessa idade tem estatura suficiente para andar na garupa da moto com segurança, isso depende de cada criança.

Mais do que idade, é importante levar em consideração o tamanho. A criança precisa ter altura suficiente para firmar os pés inteiros nos pedais e ela também precisa ter condições de cuidar de sua própria segurança e condições físicas que ajudem a manter a posicionamento na moto, ou seja, criança com pé ou braço engessado está correndo riscos de queda por não conseguir se apoiar corretamente no motorista.

Transportar na idade errada ou em condições inadequadas é infração gravíssima, e as penalidades são multa e suspensão do direito de dirigir, além do recolhimento do documento de habilitação.

Regras do capacete

Outro ponto importante é o equipamento. O ideal é que o capacete seja do tamanho adequado à criança. Muitos pais ignoram essa regra e dão capacete de adulto para os pequenos, comprometendo dessa forma a segurança e colocando a vida deles em risco. Assim, eles ficam sujeitos a acidentes e pode haver consequências graves caso algo de errado ocorra.

Atenção à direção

Já é importante respeitar os limites de velocidade quando se está pilotando sozinho. Ao ter um passageiro na garupa, ainda mais uma criança, os cuidados em relação à velocidade precisam ser redobrados. Com mais um passageiro na moto, o veículo fica mais pesado e o processo de aceleração e frenagem pode ficar mais lento. Por isso, a orientação é ter muita cautela. Evite movimentos bruscos, isso pode fazer com que a criança solte o piloto e acabe caindo.

Segurança durante o trajeto

Primeiro de tudo, para levar crianças na moto, elas precisam ficar na garupa, e não na frente do motorista. Os pés das crianças devem ficar retos, paralelos ao solo, e as pernas, presas junto ao corpo do piloto, e não soltas ou arqueadas. Elas também devem segurar na cintura do motorista, e não na parte de trás da moto. E os pequenos devem estar preferencialmente de sapatos fechados.

Já que o assunto é segurança, a Autotrac pode deixar seus trajetos de moto mais seguros. A empresa líder em tecnologia de rastreamento e monitoramento tem aparelhos rastreadores que podem vigiar seu xodó 24 horas por dia. Dá para acompanhar tudo diretamente do celular, tablet ou computador. E você também conta com assistência exclusiva em caso de roubo ou furto como o Pronta Resposta Nacional e o Apoio à Vítima de Crime.

Achou interessante? Conheça melhor o que a Autotrac pode fazer pela sua segurança.

Saiba mais:

Saiba os cuidados que você precisar tomar com sua moto

Conheça as novas regras para a condução das cinquentinhas

Como limpar e lubrificar a corrente da moto

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *