As mulheres contribuíram e continuam contribuído para o avanço tecnológico da história e do mercado de automóveis.

Três invenções criadas por mulheres que mudaram os veículos

O dia 8 de março é comemorado internacionalmente como o Dia da Mulher. A data celebra o marco da luta feminina por direitos iguais, que, embora esteja evoluindo, ainda está muito longe de chegar a uma solução plena. Mulheres ainda recebem 30% menos que homens e se veem em situações desfavoráveis, seja no mercado de trabalho, seja na vida cotidiana.

Com o intuito de reforçar a luta por igualdade, nós, da Autotrac, empresa que preza a evolução constante do mercado e da sociedade, trazemos três invenções criadas por mulheres que muitos nem desconfiam terem sido fundamentais para revolucionar o cenário do automobilismo.

mulheres-inventoras-carro

Katharine Burr Blodgett, inventora do vidro sem reflexo

Katharine Burr Blodgett foi a primeira mulher a obter o Ph.D. em Física na Universidade de Cambridge, em 1926. Após seu mestrado, foi contratada pela General Electric, onde aprofundou seu trabalho e criou revestimentos antirrefletores para superfícies de vidro. Isso fez com que ela produzisse o primeiro vidro verdadeiramente invisível, de baixa reflectância (vidro invisível), isto é, um vidro sem reflexo que eliminou a distorção de luz existente em vários equipamentos ópticos, incluindo lentes de sol, telescópios, microscópios, câmeras e projetores. A invenção foi de grande relevância para aprimorar os vidros que utilizamos nos nossos automóveis atualmente.

Margaret A. Wilcox, inventora do aquecedor de automóveis

No século 19, era comum passar frio dentro dos carros, principalmente porque eles não tinham nenhum revestimento que pudesse aquecer o motorista. Foi nessa época que Margaret A. Wilcox desenvolveu um aparelho que conduzia o ar do motor para a parte de baixo do veículo, possibilitando aquecer os pés dos motoristas e consequentemente o interior do carro.

Mary Anderson, inventora do limpador de para-brisa

Dirigir em tempos de chuva se tornou bem mais confortável depois da invenção de Mary Anderson. Ela foi a responsável por desenvolver o primeiro limpador de para-brisa. A ideia da inventora surgiu quando ela viajava em um bonde por Nova York em um dia de neve no início do século 20. Mary Anderson percebeu que os motoristas precisavam abrir frequentemente a janela para conseguir enxergar o que estava acontecendo na rua e que muitas vezes era preciso parar o bonde para limpar os vidros. Ela desenvolveu uma alavanca dentro do veículo que controlava um braço mecânico equipado com uma escova de borracha. A alavanca movia a escova pelo para-brisa para eliminar a chuva ou a neve.

Sem dúvida essas invenções fizeram muita diferença no mercado automobilístico, não é mesmo? Mas existe mais uma informação que talvez você não saiba sobre as melhorias feitas por mulheres nesse mercado. O primeiro piloto de testes da história foi uma mulher: Bertha Benz, esposa de Karl Benz, pegou o carro sem avisar o marido nem as autoridades e saiu acelerando o veículo por 104 quilômetros, na região de Baden. Ela enfrentou muitos desafios e foi de acordo com seus relatos durante os quatro dias de viajem que foi possível desenvolver melhorias para o veículo, dando início a uma revolução que ficou conhecida como indústria automobilística.

Continue acompanhando o nosso blog e saiba mais curiosidades sobre o mercado de automóveis. E para deixar o seu carro sempre protegido e seguro, conte com o rastreador One Carro.

Leia mais:

Dia Internacional da Mulher: 5 carros que mais agradam as brasileiras

Como transportar animais em uma viagem de carro

Cinco cuidados indispensáveis para fazer uma viagem noturna

Já vai embora?

Fica mais um pouco e conta pra gente porque você não comprou ainda:

Marque quantas opções desejar