Seguindo a nossa série de carros clássicos e marcantes (já falamos do Chevette e do Fusca), temos agora um queridinho das famílias do final dos anos 1960.

Corcel: design e conforto para a família

Seguindo a nossa série de carros clássicos e marcantes (já falamos do Chevette e do Fusca), temos agora um queridinho das famílias do final dos anos 1960 e início dos anos 1970: o Corcel.

Pode-se dizer que ele nasceu no Brasil, já que é uma versão do R12 da francesa Renault, mas com uma cara e um jeitinho dos trópicos. Ele teve que ser adaptado para lidar com as diferenças de estradas e combustível. Por isso, motor, caixa de câmbio e suspensão são diferentes dos irmãos europeus.

No Brasil, começou a ser fabricado em 1968, em São Bernardo do Campo (SP), e foi apresentado no Salão do Automóvel com os concorrentes fortes daquele ano: o Volkswagen 1600 e o Chevrolet Opala. Só que de cara ele já tinha uma grande vantagem: era o maior entre os competidores.

Linhas retas, faróis circulares e lanternas traseiras pequenas: o design do carro é muito particular e bem lembrado até hoje. Junte isso à grade frontal com frisos cromados e o capô, que abria do lado oposto aos outros modelos de carro.

Além das linhas arrojadas, ele trazia tecnologia para o Brasil: a coluna de direção bipartida e o circuito selado de arrefecimento. O interior era simples, mas confortável e com um bom acabamento. Existia até a opção do banco dianteiro inteiriço.

Em 1970 ele passou por uma grande mudança. O lançamento da linha esportiva deu a ele cara de carro de corrida, com o capô preto, entradas de ar para o motor, teto com vinil e faróis de longo alcance. Depois vieram ainda novos retrovisores e uma grande inspiração no Maverick, em 1973.

A última estilização veio em 1985 e o fez ficar um pouco mais parecido com o Del Rey. No entanto, com os carros mais modernos, sua aceitação foi decrescendo até sair de produção no, ano seguinte.

Certamente, a potência do motor, o espaço para toda a família, o design e o conforto deixaram saudades e elevaram o gosto do brasileiro por carros. Por isso, da próxima vez que for pensar na segurança do seu carro, com os rastreadores Autotrac One Carro de tecnologia de ponta, lembre-se de onde surgiu esse zelo.

Ainda não tem o One Carro? Então mostre que você tem paixão pelo seu xodó e deixe a segurança dele com a Autotrac. Saiba mais: http://meuautotrac.com.br/rastreador-veicular-autotrac-one-carro/.

 

Já vai embora?

Fica mais um pouco e conta pra gente porque você não comprou ainda:

Marque quantas opções desejar